Qualidade, mais recursos e total transparência. Ao vivo na Globo News (29/10/2014)

A resposta é a mesma, agora explicada ao vivo na edição das 10 do Jornal da Globo News de hoje:

a) Temos que estabelecer padrões curriculares e operacionais semelhantes aos dos países mais desenvolvidos que nós – industrializados, de cultura ocidental e democráticos

b) Temos que gastar mais para disponibilizar recursos materiais e humanos, além de infraestrutura e apoio social para os alunos mais vulneráveis, de acordo e para materializar os altos padrões estabelecidos

c) Temos que organizar os dados que já temos sobre a educação básica em nível de escola, município e estado, transformando-os em informações compreensíveis pelo cidadão comum, para que ele possam acompanhar e cobrar os políticos, autoridades educacionais e profissionais envolvidos

Uma resposta

  1. Não precisamos reinventar a roda. Acho que as três proposições acima sinalizam o rumo para uma escola de qualidade. Todavia, acrescentaria mais uma: Criação de faculdades de licenciatura “tops” onde o aluno ingressasse por seleção rigorosa e diferenciada de modo a contemplar, com justiça, aqueles originários de famílias de baixa renda. E mais: Uma boa bolsa em dinheiro para cada aluno.

Obrigada por enviar seu comentário objetivo e respeitoso.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: