Apresentação

1-IMG_4162.CR2

Todos os brasileiros podem ser bons alunos


Este canal foi criado para facilitar o acesso a informações relevantes e atualizadas sobre políticas públicas educacionais e práticas docentes eficazes que busquem a excelência acadêmica dos alunos, sem perder de vista os desafios da equidade.

Excelência e equidade são valores que,  há décadas, vêm sendo incorporados aos processos educativos e às políticas públicas educacionais de muitos países. No Brasil, não são valores muito difundidos, em particular nos meios educacionais. A excelência acadêmica apenas passou a receber mais atenção nos últimos anos por causa das transformações tecnológicas que atribuíram prestígio inédito à educação como motor econômico. E a equidade nunca foi uma característica nas relações entre os grupos sociais em nosso país. A estratificação social, com a dominação de uns grupos por outros, é uma das preferências nacionais.

Mas podemos, como muitos países fizeram durante todo o século XX, construir uma sociedade mais justa, menos violenta, mais democrática e com melhor padrão de vida, com a ajuda de um sistema educacional competente. Aqui você vai encontrar várias referências de como isso foi feito e vem sendo aprimorado em outros países. E quando acharmos boas e sólidas referências brasileiras, vamos divulgá-las aqui também.

A ilustração acima, símbolo do Exequi, mostra dois extremos opostos na hierarquia de oportunidades de aprendizagem no Brasil: as meninas brancas e os meninos negros. Uma menina branca, com o mesmo nível de renda que um menino negro, mesmo que estude na mesma escola e até na mesma classe, receberá, em média, muito mais atenção que seu coleguinha negro. Quando o Brasil conseguir construir um sistema educacional com excelência e equidade, os dois poderão usufruir de um conhecimento poderoso, que os vai emancipar e preparar para dar contribuições valiosas para nosso País, na mesma proporção!

Ilona Becskeházy atua desde 1996 no desenho e implementação de projetos de educação. É Mestre em Educação pela PUC-Rio, com bolsa Proex da Capes (2012/13) e bolsa Nota 10 Faperj (2013/14) e Doutoranda em Educação na USP. Atua como consultora e atualmente é colunista do boletim Missão Aluno da Rádio CBN e da Revista Gestão Educacional.