Preguiça mental + oportunismo político + ignorância = não colheremos nada de novo na educação

Entrevista concedida ao Programa Matéria de Capa da TV Cultura e que foi ao ar em 30/12/2014.

A respeito do relatório das Nações Humanas sobre a população mundial, que mostra a população jovem no seu pico. Falar em crianças e jovens é falar, principalmente, de educação. Mas no Brasil, apesar de sermos um país ainda majoritariamente jovem, não conseguimos acelerar a efetividade dos serviços educacionais. Uma mistura de preguiça mental com oportunismo político e ignorância. Difícil nos libertarmos dessa armadilha sem olhar para países desenvolvidos (democracias consolidadas e industrializadas) e ver o que eles estão fazendo, pelo menos para achar um ponto de partida mais avançado.

Jabuticaba é uma delícia. Só dá aqui. Mas achar que as políticas educacionais só podem nascer de sementes brasileiras e em solo brasileiro, é se resignar com uma educação de péssima qualidade e excludente que já conhecemos. Um pouquinho de coragem e poderemos colher novos e saborosos frutos!

Obrigada por enviar seu comentário objetivo e respeitoso.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: